Invest Paraná lança Programa de atração de investimentos em Fazenda Rio Grande
18/09/2020 - 16:11

O município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, aderiu nesta quinta-feira (17) o Programa Municipal para Atração de Investimentos da Invest Paraná.

 


A solenidade aconteceu no novo espaço administrativo do Desenvolvimento Econômico do município com a presença do secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, e do diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin.

 


Além de garantir a segurança do investidor, o Programa auxilia na melhoria do ambiente de negócios do município e na sua gestão, tornando-o mais atrativo e eficiente.

 


“Essa ferramenta é importante porque consegue identificar a vocação do município e da região e também as falhas e deficiências que devem ser melhoradas para atrair um bom investimento”, disse Bekin. 

 


O diretor-presidente afirmou, ainda, que a Invest Paraná assume, cada vez mais, o papel de vitrine do Estado na busca de novos investimentos de empresas paranaenses e de outros estados e países. 

 


Desde o ano passado 40 municípios aderiram ao programa.

 


SUSTENTABILIDADE - Segundo o secretário Márcio Nunes, a atração de investimentos no Estado deve estar aliada com a responsabilidade na emissão do licenciamento ambiental.

 


“A determinação do governador Ratinho Junior de trabalhar junto com a Invest Paraná é para promover o crescimento, a geração de emprego, melhorar a vida das pessoas, promover o turismo e cuidar do meio ambiente ao mesmo tempo”, disse.

 


DESENVOLVIMENTO - O Programa Municipal de Atração de Investimentos é executado em duas etapas, transformando a maneira de atrair investimentos, com resultados em diagnóstico amplo, governança integrada e plano de prospecção efetivo.
Segundo o presidente da Associação dos Municípios do Paraná e prefeito de Fazenda Rio Grande, Márcio Vosniack, aderir ao programa e ter um banco de dados atualizado permite que o Governo do Estado trabalhe na atração de investimentos nos pequenos municípios.

 


“As empresas que querem investir estão atentas aos perfis socioeconômicos das cidades, às questões jurídicas que os municípios propiciam, entre outros fatores”, destacou.

 


A estimativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Fazenda Rio Grande é de receber R$250 milhões de reais em investimentos da inciativa privada até o final do ano que vem com a instalação de cerca de 25 empresas em um total de oito anos.

 


“O crescimento acontece quando se cria plataformas estratégicas e ambientes propícios ao diálogo”, destacou o presidente da Associação Comercial de Fazenda Rio Grande, Gastão Gonchorovski.

 

 

Últimas Notícias